Viva a Liberdade

Você acha que a Bíblia fala sobre namoro? Não??? Fala muito mais do que você imagina! A Bíblia é a Palavra de Deus e nela encontramos princípios para viver a liberdade em todas as áreas da nossa vida.

Hoje quero refletir sobre alguns dos princípios extraordinários sobre relacionamentos que encontramos em Gálatas 5.

Foi para a liberdade que Cristo nos libertou, portanto permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão. Gálatas 5:1

Este texto nos mostra que Cristo nos libertou para a liberdade. Para uma vida livre, sem amarras, sem medo, sem culpa, sem ansiedade, sem nenhuma forma de escravidão. Somos perdoados. Não há condenação sobre a nossa vida.

Se você crer em Jesus, que Ele morreu e ressuscitou dentre os mortos e está assentado à direita de Deus. Você está justificado. Você é livre.

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo. Romanos 5:1

Cristo nos libertou para sermos livres. Viver a liberdade é uma decisão que você precisa fazer. A verdade da Palavra não te tira da cadeia em que você se encontra, ela abre a porta da prisão para que você decida sair.

Não se deixe submeter a um jugo de escravidão novamente. Conheça o que a Palavra diz a seu respeito e seja livre!

Existem alguns pensamentos que querem te escravizar e roubar a liberdade que Cristo te deu, sem você saber:

1 – Você precisa encontrar a pessoa certa

Não existe uma pessoa certa para você, do tipo “alma gêmea”, que você precisa encontrar. Este é um conceito infernal para destruir casamentos.

Pense o seguinte: Se Deus separou uma única pessoa para você, e esta pessoa se casa com alguém outro você está destinado a se casar com uma pessoa errada ou ficar solteiro? O que Satanás quer é que você se case com alguém e depois conheça a sua “alma gêmea”, para destruir a sua aliança.

Mas a verdade é que você é livre. Não existe pessoa certa. Você pode escolher, e você terá um casamento abençoado seja com quem você escolher! O Espírito Santo te ajuda nesta decisão tão importante!

Mas, claro, existem pessoas erradas:

Pessoas com propósito completamente diferente, com um caráter, princípios e valores diferentes do seu. Pessoas que não compartilham aquilo que é o mais importante para você, por exemplo, seu amor por Deus.

Aliança é compartilhar tudo. Se você vai compartilhar tudo com alguém, busque alguém que queira viver em primeiro lugar aquilo que é o primeiro lugar para você.

Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.
Mateus 6:33

 

2 – Você precisa testar várias pessoas até encontrar a ideal

Namorar para testar te leva a escravidão. Primeiro porque torna o relacionamento descartável, do tipo “Se você não me agradar, tô fora!” e também porque não há sinceridade, pois você não agirá como você mesmo, pois precisa ser quem o outro quer.

Nesse tipo de relacionamento não existe amor verdadeiro, pois ele é completamente egoísta. O egoísmo é o oposto do amor.  Enquanto houver paixão, o casal fica junto, quando o sentimento acaba, ele se separa.

Escolha namorar com quem você pretende se casar e se, durante o namoro, você conhecer melhor a pessoa e perceber que seu caráter, hábitos e relacionamento com Deus não é o que você quer ter ao seu lado para o resto da sua vida, então é melhor terminar do que casar mal.

 

3 – Você precisa estar apaixonado para começar a namorar.

Você pode estar apaixonado antes de começar a namorar, mas você não precisa disso. Você é livre para decidir.

Pode ser que o rapaz peça a moça em namoro, e o cara é tudo o que ela quis (Homem de Deus, com propósito, boa aparência, trabalhador, responsável, bom caráter…) mas ela não quer porque não está “se sentindo apaixonada” por ele.

O sentimento da paixão te deixa cego, e é passageiro, depois, o que fica é o amor, que é a decisão e o compromisso que você estabeleceu. Seu casamento não vai ser melhor porque você estava apaixonado quando começou a namorar, pelo contrário, ele pode ser prejudicado por decisões ruins que vocês tomaram quando estavam cegos pela paixão.

Você é livre para tomar a decisão de namorar e casar com quem você não está apaixonado, assim como você é livre para não namorar e não casar com quem você está apaixonado.

Foi para a liberdade que Cristo nos libertou, portanto permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão. Gálatas 5:1

 

4 – Você precisa encontrar alguém que te faça feliz

Este pensamento tem aparência de ser algo bom, mas carrega uma lei que leva a escravidão.

As pessoas não sabem o que é felicidade e buscam na outra pessoa (no namoro ou até no casamento) mas quando percebem que aquela pessoa não o faz feliz, terminam o namoro ou casamento!

“Eu não estava feliz no meu relacionamento”

“Deus quer que eu seja feliz, por isso não posso continuar casada com ele”

A busca pela felicidade é uma escravidão, pois é um vazio sem fim que nunca será preenchido pela outra pessoa ou com coisas. A verdadeira felicidade está em Deus e você pode se satisfazer e ser feliz com a Palavra do Senhor, isso liberta.

A alegria e a paz são frutos do Espírito.

Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei.Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito. Gálatas 5:22-25

Tudo o que destrói um relacionamento é obra da carne.

Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus. Gálatas 5:19-21

A vida pelo Espírito traz liberdade!

Estou na graça posso fazer qualquer coisa?

SIM!

Só lembre que…

“Tudo me é permitido”, mas nem tudo convém. “Tudo me é permitido”, mas eu não deixarei que nada domine. 1 Corintios 6:12

Se você faz sexo com a sua namorada é porque você já é escravo dos seus desejos.

Este capitulo de Gálatas 5 nos mostra que o que nos escraviza são os desejos da carne, seja pelas regras que colocamos para tentar controlar esses desejos ou pela própria consequência do que estes desejos da carne nos levam a fazer.

Por isso digo: vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne. Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam. Mas, se vocês são guiados pelo Espírito, não estão debaixo da lei.

Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.

Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei. Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito. Gálatas 5:19-25

As obras são frutos… uma macieira não se esforça para produzir maçãs. Se você vive escravo da sua carne, naturalmente você irá manifestar as obras da carne.

Os frutos do Espírito são frutos também. Trazem liberdade. Se você se força para produzir esses frutos, você é escravo disso, mas os frutos são naturais da vida pelo espírito.

Vivam pelo Espírito e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne

O que você alimenta cresce! Se você alimentar sua carne (as paixões e os desejos) através do que você vê e ouve, a carne vai dominar você. Se você alimentar o Espírito, pelo Espírito você será livre para viver tudo o que Deus tem pra você

Viu como na Bíblia podemos encontrar a verdade para todas as áreas da nossa vida?

Seja livre! Viva pelo Espírito

 

Posts recomendados

Deixe um comentário